Sócrates, Platão e Aristóteles