Chegou-me esse material do Movimento Nomeação Já!

pedido de  divulgação.

Amigos e amigas boa noite! Eu acabei de receber a notificação do Facebook bloqueando as minhas postagens que denuncia os desmandos do prefeito de Matões do Norte-MA(Domingos Costa Correa, popularmente conhecido como Padre Domingos). Em que o mesmo se recusa a nomear e empossar os aprovados do concurso público realizado em 2016, o certame foi homologado, publicado no diário oficial do município e teve a convocação dos aprovados que passaram dentro das vagas. Ou seja, o concurso não está irregular e nem sob suspeita. Apesar das calúnias proferidas pelo presidente da câmara municipal que teve o acinte de afirmar em plena sessão que o concurso está irregular, e o pior, colocando a população contra os aprovados com a farsa de que os aprovados estariam tomando a vaga dos moradores da cidade. Não estamos desrespeitando ninguém, as palavras de baixo calão é fruto do desrespeito e a violação da dignidade humana. Pois há homens/pais e mulheres/mães de família desempregados, passando por dificuldades financeiras e sem perspectiva. A câmara municipal aprovou na sessão extraordinária a Lei de Contratações, só não aprovou o outro projeto de lei que visava realizar o seletivo simplificado em virtude da repercussão que os aprovados iriam na sessão no dia da votação. Receosos, pediram vistas no processo, mas ao aprovarem a Lei de Contratações. Permite o prefeito contratar livremente sem precisar fazer o seletivo simplificado. Já não basta respeitar a lei que está no nosso lado e violar a dignidade humana, querem nos calar? Qual a razão da censura feita pelo Facebook? Quem fez a denúncia e pediu o bloqueio das postagens? Qual o motivo mesmo da represália? Por exigir o nosso direito de ocupar a vaga conquistada através do concurso público que o ministério público não encontrou nenhuma irregularidade e exige a nomeação em que a justiça de primeira instância já sentenciou a favor dos aprovados?

Há poucos dias a prefeitura publicou no diário oficial do município que irá realizar contratos temporários em vários cargos, e para o cargo de professor serão ao todo 160. O número de aprovados que estão até hoje aguardando a tão sonhada nomeação e a posse que passaram dentro das vagas e foram convocados. São ao todo 85, se juntar com os excedentes que inclusive entraram na justiça requerer o direito. Talvez nem chegue a 150 aprovados. E sem contar que de 2016 pra cá, outras pessoas tomaram posse em outros concursos e a essa altura nem farão questão de tomar posse. Ou seja, as contratações é bem maior que os aprovados estão brigando na justiça para ter por direito de ocupar as suas vagas conquistadas no certame que o atual prefeito tentou anular antes mesmo de ser empossado e não conseguiu e continua a desrespeitar o ministério público e a decisão da justiça de primeira instância.

A nossa luta é única e exclusivamente pela nomeação e a posse. Que nós continuaremos até conseguir de fato o nosso direito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui