IEMA UP São Luís realiza atividades em alusão ao dia nacional do surdo.

Com o objetivo de refletir sobre os direitos e inclusão da pessoa surda na sociedade, professores, alunos e intérpretes, com o apoio dos Gestores Geral, Pedagógico e Administrativo do IEMA UP São Luís, desenvolveram durante a última semana dos dias  23 a 27 de setembro várias atividades relacionadas à valorização do surdo e a sua língua.

Durante as homenagens, participaram da Gincana “Circuito Libras”, assistiram ao   filme “A Família Bélier “, realizaram uma roda de conversa relacionada ao enredo do filme (  Que trata de uma  adolescente chamada Paula, a mesma enfrenta todas as questões comuns de sua idade: o primeiro amor, os problemas na escola, as brigas com os pais. Mas sua família tem algo diferente: seus pais e seu irmão são surdos e é ela quem administra a fazenda e traduz a língua de sinais nas conversas com os vizinhos. Um dia, porém, ela descobre ter o talento para o canto e que pode integrar uma escola prestigiosa em Paris. Agora, Paula precisa fazer uma escolha que a distanciará da família e a forçará a crescer.).encantados com a história do filme, sentiram-se motivados  para suas desenvolturas artísticas , tendo ainda disposição  para a belíssima   apresentação do Coral “Mãos que encantam”.

As homenagens aos surdos encerraram na sexta-feira (27), com uma palestra direcionada aos docentes, ministrada pela professora surda Simone Pereira Pinheiro, que na ocasião discorreu sobre o tema “Adaptações pedagógicas”. Professora Simone é graduada em Letras, professora da sala de Recursos Multifuncionais, Atendimento Educacional Especializado- AEE. Com sua vasta experiência, superou suas limitações e hoje é um exemplo para outros Surdos de que com dedicação é possível chegar onde queremos.

professor Jonathan ao lado da prof.Simone Pereira

“Faz parte da missão do IEMA a valorização do potencial de todos os alunos, de modo particular os estudantes surdos, com eles, nós Gestores, professores e interpretes juntamos forças na luta contra o preconceito e mais inclusão.” Comentou o professor   Jonhatan Camilo. Em reconhecimento à eficiência e eficácia das atividades pedagógicas, agradeceu o empenho   de toda a sua equipe pelo planejamento das ações, de modo particular os interpretes, que diariamente se esforçam para que os surdos possam ser ouvidos.

A cor azul foi escolhida pois, durante a II Guerra Mundial, como os judeus que eram marcados com uma estrela de Davi em suas roupas, todas as pessoas que possuíssem algum tipo de deficiência, deveriam levar no braço uma faixa azul, para serem facilmente identificados pelos nazistas – e isso também era mandatório aos surdos. Uma herança triste, mas que dá força à luta dos surdos em todo o mundo. O Azul turquesa também foi escolhido por ser uma cor viva e vibrante, que representa o orgulho surdo e a cultura riquíssima que existe na comunidade 🙂 É uma cor que não se esconde, nem se apaga, mas que brilha com orgulho – como os surdos em relação a sua cultura e sua língua.

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Mary Coqueiro Lima, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 16 pessoas, incluindo Lurdes Nascimento, Mary Coqueiro Lima, Luanne Gabrielle e Crystal Barcelos, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, área interna

 

A imagem pode conter: 13 pessoas, incluindo Luanne Gabrielle e Lurdes Nascimento, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos, criança e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 11 pessoas, incluindo Lurdes Nascimento, pessoas sorrindo, criança e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Lurdes Nascimento, pessoas em pé e sapatos

A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo Crystal Barcelos, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 17 pessoas, incluindo Luanne Gabrielle, Lurdes Nascimento e Mary Coqueiro Lima, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 7 pessoas, incluindo Lurdes Nascimento, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 9 pessoas, incluindo Lurdes Nascimento, pessoas em pé

 

A imagem pode conter: 13 pessoas, incluindo Luanne Gabrielle e Lurdes Nascimento, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos, criança e atividades ao ar livre

Em homenagem às pessoas surdas Você poderá também gostar disso:

 

 

Deixe uma resposta