Uma das coisas mais interessantes que os exegetas bíblicos notaram, foi o constante uso de citações de filósofos, poetas e autores teatrais grega feitos pelo Apóstolo Paulo em suas cartas. Apesar de alguns erroneamente acharem que Paulo abandonou a filosofia depois de Atos 17 por supostamente ter falhado (veja por que este pensamento está errado clicando aqui    Teria o Apóstolo Paulo rejeitado a filosofia    ), Paulo continuou com constante uso da filosofia grega, de forma que ele sempre usava para a) dar um aconselhamento cristão, e b) cristocentralizar o ensino grego de forma edificante. ( Saiba mais clicando aqui  O Apóstolo Paulo e o mundo da filosofia

O Apostolo Paulo e seu uso da filosofia grega

Epimenides, Sócrates, etc…

Paulo esta citando Epimênides em:

Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos

Atos 17:28

Os cretenses são sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos.

Tito 1:12

Ele cita Menandro, autor de peças teatrais, em:

As más conversações corrompem os bons costumes.

1 Coríntios 15:33

Quando Aristóteles diz que “Contra tal não há lei, pois eles mesmos são a lei”, Paulo concorda quando diz:

Contra estas coisas não há lei.

Gálatas 5:23

…para si mesmos são lei;

Romanos 2:14b

Os mesmos paralelos ficam mais claros quando comparamos Paulo e Platão:

Platão: Mas estes são verdadeiros corredores, chegando ao fim, ambos recebem os prêmios e são coroados.

Paulo: …todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. – 1 Coríntios 9:24b

Platão: Ser mentalmente carnal era a morte.

Paulo: Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção – Gálatas 6:8

Platão: Se viver é assim, eu digo que morrer é ganho.

Paulo: Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. – Filipenses 1:21

Platão: Mas me é imposta essa obrigação – a palavra de Deus que eu pensei que deveria ser considerada primeiro.

Paulo: Pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho! – 1 Coríntios 9:16

[Traduzi da Apologia de Sócrates do inglês. As traduções brasileiras trazem: “não obstante, parecia-me imperioso dar a máxima importância ao serviço do Deus.”]

Sócrates: Conhece-te a si mesmo

Paulo: Examine-se, pois, o homem a si mesmo – 1 Coríntios 11:28a

O conceito de ensinamentos de Platão também pode ser visto em alguns escritos de Paulo. Para aqueles familiarizados com a Alegoria da Caverna, vão ver que Paulo faz referencia em Colossenses 2:16-17, quando diz:

Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,

Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.

Colossenses 2:16,17

Paulo, aqui, esta resolvendo os dois problemas da igreja de Colosso com uma só referência. Na igreja, eles estavam dando muita atenção às festividades cerimoniais judaicas e às doutrinas filosóficas dos gregos. Então, Paulo usou em uma só frase uma formula judaica para falar das festas (“festas, luas novas e sábados” – “anuais, mensais e semanais”) com referência à Alegoria da Caverna (“são sombras… mas o corpo é Cristo”). Enquanto os oponentes de Paulo afirmavam que essas coisas eram sombras de um Mundo das Ideias, Paulo mostrou do que realmente estas coisas eram sombras: De Cristo.

É bem interessante ver que Paulo possuía um bom conhecimento da cultura grega e de seus filósofos. Além de usar seu conhecimento sobre o judaísmo para a evangelização de Judeus, Paulo também utilizou seu conhecimento da filosofia para a evangelização dos gentios. Além disso, vemos claras referencias de Paulo à estes filósofos em seus escritos para a edificação espiritual dos Cristãos.

Fontes

BIBLE THINGS IN BIBLE WAYS. Paul and his use of greek philosophy. Disponível em: <https://biblethingsinbibleways.wordpress.com/2013/07/14/paul-and-his-use-of-greek-philosophy/>. Acesso em: 24 nov. 2016.

 

BIBLEHUB. Pulpit Commentary: Colossians 2 Disponível em: < http://biblehub.com/commentaries/pulpit/colossians/2.htm>. Acesso em: 24 nov. 2016.

COPAN, Paul; LITWAK, Kenneth. The gospel in the marketplace of ideas: Paul’s Mars Hill for Our Pluralistic World. 1 ed. [S.L.]: IVP Academic, 2014. 201 p.

RECLAIMING THE MIND. Paul, the new socrates in athens: paul as philosopher (part III). Disponível em: <http://www.reclaimingthemind.org/blog/2010/09/paul-the-new-socrates-in-athens-paul-as-philosopher-part-iii/>. Acesso em: 24 nov. 2016.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui