ESCÂNDALO, PRISÃO, SORVETE E MUITA SAFADEZA, NO GOVERNO FLÁVIO DINO!

Operação Pegadores: 500 funcionários fantasmas eram mantidos na SES

 A superintendente da Policia Federal Cassandra Ferreira Alves, informou  em entrevista coletiva no fim desta amanhã (16) que cerca de 500 funcionários fantasmas eram mantidos na Secretaria de Estado de Saúde (SES).
Além dos funcionários fantasmas, eram mantido sob apadrinhamento politico, familiares de funcionários que controlavam as empresas e funcionários de alto escalão da SES. Inclusive tendo como ápice para o pontapé das investigações um contracheque de uma enfermeira que recebia um super – salário.
As investigações da Polícia Federal apontam também que uma uma sorveteria passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, em uma empresa especializada na gestão de serviços médicos para atuar na Secretaria de Saúde do Maranhão.
A “sorveteria” foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias, que permitiram o desvio de R$ 1.254.409,37 (hum milhão, duzentos e cinquenta e quatro mil, quatrocentos e nove reais e trinta e sete centavos).
As investigações foram inciadas desde 2015, e faz parte de um desdobramento da Operação Sermão aos Peixes, essa é a 5ª fase da operação.

Deixe uma resposta