O vereador França Duarte de Paço do Lumiar realmente não sabe o seu papel. Constantemente o mesmo é criticado nos bastidores políticos de Paço do Lumiar, algumas vezes até comparando seu desempenho alheio ao legislativo com o de um “poste”.
As criticas se devem ao insistente e cansativo do mesmo em divulgar um “campeonato de futebol” que realiza. Enquanto a cidade transborda um caos, funcionários sem receber salários a três meses, a saúde matando as pessoas e as escolas sem professores e imundas de sujeira, o vereador permanece com o mesmo discurso.
Se o mesmo não sabe o seu papel, vou ajudá-lo.
Originário do grego antigo, o vocábulo vereador vem da palavra “verea”, que significa vereda, caminho. O vereador, portanto, seria o que vereia, trilha, ou orienta os caminhos. É dever do vereador acompanhar, fiscalizar as ações do Executivo, verificando se estão sendo cumpridas as metas de governo e se estão sendo atendidas as normas legais, também deve propor projetos que estejam de acordo com os interesses e o bem-estar do povo.
Diante suas atribuições, França Duarte está bem longe de ser considerado um vereador, eleito sob as sombras de outros, sem votos e sem total noção do que deve fazer o mesmo já chegou até a passar mal em uma sessão na câmara, e na cidade não possuía um enfermeiro se quer para prestar os primeiros socorros. Mesmo assim, o mesmo não reclama nada da gestão atual “tudo dando certo para ele”, e o povo, sofre as consequências na pele por ter escolhido representantes que não sabem seu verdadeiro papel.

1 COMENTÁRIO

  1. O povo precisa acordar, pois tudo isso é resultado da falta de analogia política dos eleitores luminenses.
    -não se pode esperar comportamento diferente dos representantes eleitos na última eleição no municipal de Paço do Lumiar. Obs (toda regra exceção)!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui