Partidos confirmam candidatos ao Planalto neste sábado

Geraldo Alckmin foi oficializado como candidato do PSDB. Lula concorre pelo PT e Marina Silva pela Rede Sustentabilidade

Durante convenções políticas realizadas neste sábado (4), pelo menos cinco partidos Lançaram os seus candidatos à Presidência da República.

Geraldo Alckmin vai concorrer pelo PSDB, Lula pelo PT, Marina Silva pela Rede e Jair Bolsonaro pelo PSL. O Patriota, por sua vez, confirmou a candidatura de Cabo Daciolo.

PSDB

O partido oficializou a candidatura de Geraldo Alckmin em convenção nacional da sigla, em Brasília. Dos 290 delegados que votaram, 288 foram a favor da indicação do tucano para concorrer ao Planalto em outubro. Houve uma abstenção e um voto contrário. A sigla escolheu para vice-presidente a senadora Ana Amélia (PP-RS).

O candidato do partido ao governo de São Paulo, João Doria, também subiu ao palco para pedir votos para Alckmin. “Ele é o candidato que vai ajudar o Brasil e fará a grande transformação do País. Deus estará a favor de você. Viva Geraldo Alckmin e Ana Amélia”, disse o ex-prefeito da capital paulista.

Rede

A Rede Sustentabilidade aprovou a candidatura de Marina Silva também neste sábado, durante convenção em Brasília. O partido ainda confirmou o vice-presidente Eduardo Jorge (PV) na chapa da ex-ministra do Meio Ambiente — a aliança foi divulgada na última quinta-feira (2).

Apresentada por seus apoiadores como a candidata “Ficha Limpa” capaz de renovar a política brasileira, Marina disputa a Presidência da República pela terceira vez. Nas outras ocasiões (2010 e 2014), a parlamentar ficou em terceiro lugar na corrida eleitoral.

PT

O Partido dos Trabalhadores oficializou em São Paulo a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva ao Planalto. O petista está preso em Curitiba, no Paraná, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex em Guarujá (SP). O PT ainda não possui vice na chapa.

Durante convenção, a presidente da sigla, senadora Gleise Hoffmann (PR), reforçou que o partido irá registrar a candidatura de Lula no próximo 15 de agosto. “Essa é a ação mais confrontadora que fazemos contra esse sistema podre por parte da Justiça, que não faz outra coisa a não ser perseguir Lula”, disse.

Pela Rede, Marina Silva e Eduardo Jorge formam chapa em disputa ao Planalto

Podemos

O Podemos também realizou convenção neste sábado para confirmar o senador Álvaro Dias como seu candidato à Presidência da República nas eleições 2018. O evento ocorreu em Curitiba, no Paraná — estado natal do senador —, e contou com um público de cerca de 2 mil pessoas.

Dias afirmou que, se eleito, vai convidar o juiz federal Sérgio Moro para ser Ministro da Justiça. “Ele é o ícone da nova justiça brasileira, símbolo do nosso povo, a nossa esperança para completar a tarefa de limpeza do País”. De acordo com o candidato, os juristas René Dotti, Miguel Reale Junior e Modesto Carvalhosa também foram convidados para fazerem parte do seu governo.

Patriota

O Patriota realizou convenção nacional no interior do estado de São Paulo, na cidade de Barrinha, onde confirmou o Cabo Daciolo, do Rio de Janeiro, como nome da legenda para a Presidência da República.

Daciolo é bombeiro militar e foi eleito deputado federal do Rio pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) em 2014. A sigla também definiu a vice na chapa: pedagoga Suelene Balduino Nascimento.

Novo

O engenheiro e empresário João Amoêdo foi oficializado em convenção na zona sul da capital paulista como candidato à Presidência da República pelo Novo. Amoêdo é estreante na disputa por cargos eletivos.

A apresentação da legenda ainda contou com pronunciamento de personalidades como o Bernardinho, ex-técnico da seleção brasileira de vôlei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *