AO LADO DE HELENO, BOLSONARO AMEAÇA E DIZ QUE BRASIL DEVE LIBERDADE AOS MILITARES

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou o que disse nesta manhã, em um evento das Forças Armadas; “No Brasil nós devemos às Forças Armadas a nossa democracia e a nossa liberdade, e assim é em todo lugar do mundo. Essa fala já começou a levar para o lado das mais variadas interpretações possíveis”, disse; ao seu lado, general Heleno acrescentou que “as Forças Armadas são, por determinação constitucional e legal, os detentores do emprego legal da violência”

247 – Em transmissão ao vivo nas redes sociais no início da noite desta quinta-feira 7, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou o que disse nesta manhã em um evento das Forças Armadas, quando discursou que a democracia só existe quando as Forças Armadas permitem. No vídeo, onde ele aparece ao lado do porta-voz do governo, General Otávio Rêgo Barros, e do general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), ele tenta consertar a declaração que provocou tanta polêmica.

“No Brasil nós devemos às Forças Armadas a nossa democracia e a nossa liberdade, e assim é em todo lugar do mundo. Essa fala já começou a levar para o lado das mais variadas interpretações possíveis”, disse na transmissão, questionando o general Heleno se há alguma polêmica nesse caso.

Heleno discorda que há polêmica e reafirma o que disse Bolsonaro, acrescentando que as Forças Armadas são “guardiãs da democracia e da liberdade” e assim devem continuar sendo.

“Tentaram distorcer isso como se fosse um presente dos militares aos civis. Não é nada disso. As Forças Armadas são, por determinação constitucional e legal, os detentores do emprego legal da violência. Pode chocar alguns, mas é isso o que está escrito”, completou ainda.

Deixe uma resposta