Dia D: Brasil ainda precisa vacinar mais de 9 milhões de crianças

O Dia D da campanha de vacinação contra sarampo e poliomelite acontece nesse sábado (18) e é uma boa oportunidade para os pais levarem os filhos até um posto de vacinação. Todas as unidades de saúde do Brasil, 36 mil ao todo, vão estar abertas para vacinar as crianças.

Até o momento, o Brasil vacinou 1,8 milhões de crianças, segundo o  Ministério da  Saúde, o que representa cerca de 16% da meta. Ainda faltam 9,4 milhões para o país bater a meta de imunizar 95% das crianças entre 1 e 4 anos — ou 5 anos incompletos.

Os estados com melhor cobertura vacinal neste momento, são Rondônia, com 45% para a pólio e 44% para o sarampo; seguido por São Paulo com 28,35% pólio e 27,91% sarampo.

As coberturas mais baixas são dos dois estados com o maior número de casos de sarampo, o Amazonas vacinou apenas 3% do público-alvo para pólio e sarampo. Roraima vacinou 5% contra a pólio e 3% contra o sarampo.

Por causa do surto de sarampo e da possibilidade de volta da polio, este ano a campanha acontece de forma indiscriminada. Isso significa que os pais e responsáveis devem levar as crianças, mesmo que elas ja tenham sido vacinadas em outro momento contra as doenças.

A campanha vai até o dia 31 de agosto.

Para a poliomielite, as crianças que ainda não tomaram nenhuma dose da vacina serão vacinadas com a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). As crianças que já tiverem tomado uma ou mais doses receberão a gotinha (Vacina Oral Poliomielite – VOP).

Em relação ao sarampo, todas as crianças devem receber uma dose da vacina tríplice viral, independente da situação vacinal. A exceção é para as que tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias, que não necessitam de uma nova dose.

Casos de sarampo passam de mil

Até o momento, foram registrados 1.237 casos de sarampo no Brasil. Quase 6 mil casos estão em investigação.

O estado onde mais pessoas contraíram a doença é o Amazonas: são 910 casos confirmados até o dia 14 de agosto.

Roraima confirmou 296 casos.  Outros estados que também registraram casos de sarampo são São Paulo (1), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13), Rondônia (1) e Pará (2).

Em todo o país, seis pessoas morreram por causa do sarampo neste ano: quatro em Roraima e duas no Amazonas.

Como posso me proteger contra o sarampo? Receber duas doses da vacina contra o sarampo após os 12 meses de idade é a única maneira de se prevenir da doença. O esquema vigente do Ministério da Saúde para crianças é o de uma dose da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) ao 1 ano de idade e uma da quadrupla viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) ao 1 ano e 3 meses de idade. Para quem não se vacinou no período, a tríplice viral é oferecida gratuitamente em duas doses até os 29 anos ou em uma dose dos 30 aos 49 anos. Os demais podem recorrer às clínicas privada

Deixe uma resposta