ACE E ACS de São Luis se unem e cobram a regularização do vale transporte, transposição de regime e o pagamento do Piso nacional

Os Agentes Comunitários de Saúde e Endemias se concentram na Praça Maria Aragão e saíram em passeata pela Avenida Beira Mar , o Trânsito ficou congestionado, eles seguiram  para a Praça Pedro II, em frente à Prefeitura de São Luis para exigir o pagamento do Piso Nacioal da  categoria.

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre

         Na capital são quase 800 Agentes Comunitários de Saúde, 648 Agentes de Endemias que cruzam os braços nesse Período em que o trabalho deles é demais fundamental. “Estamos  num período chuvoso , com o aumento de dengue, chikungunya e outros tipos de endemias , e hoje percebemos que o trabalhador não está sendo valorizado pela Gestão Pública, essa falta de valorização nos prejudica e traz danos maiores para a população que necessita dos nossos serviços.”

A imagem pode conter: 5 pessoas, multidão e atividades ao ar livre

         Ficou definido em agosto do ano passado por uma  Lei Federal  ,que o piso passaria a ser de R$ 1.550,00, pago de forma gradual até 2021, o último reajuste  foi em 2014, quando eles passaram a receber  R$ 1.014,00,95% do piso é pago pelo Ministério da Saúde e apenas 5% é de responsabilidade da Prefeitura. “A  data base  da categoria é primeiro de janeiro para ser pago , nessa data fomos até a secretaria de saúde e comunicamos ao secretário Lula Fylho, mas para a nossa surpresa   eles disseram que sabiam , mas para ser pago  precisava ser feito uma lei do aumento,

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e atividades ao ar livre

         Além de reivindicarem o cumprimento  do  novo piso salarial, os profissionais também reclamam do não pagamento do vale transporte,. “ Esses vale transporte são  descontados todos os meses dos nossos salários , estão se apropriando indevidamente daquilo que nos pertence.”Comentou  Flor de Lis.

         Como já era esperado, uma comissão com os representantes dos ACS, ACE e Associação   foram recebidos pelo Secretário adjunto da SENGOV, senhor Milton Calado, cinco pessoas foram escolhidas pela assembléia para negociarem, são elas: Flor de Lis (Presidente do SINDACS/TACS), Sheila (Presidente da Associação ) Bernardo Medeiros e Jardel Lima, ambos presidente e vice-presidente do SINTRACEMA) .negociação com o secretário avançou pouco, pois alegou que o Prefeito e o secretário estavam viajando, mas se comprometeu em repassar todas as demandas, a tarde essa mesma comissão se reuniram na Câmara de vereadores, onde foram recebidos pelo Vereador Pavão Filho, o Secretário de saúde Lula Fylho e o Presidente  da câmara Osmar, houveram avanços nas negociações, essas serão apresentadas na assembléia que será realizadas pelos dois seguimentos na quinta-feira (12), as assembléias irão acontecer em locais diferentes, caso seja acatado as propostas o comando de greve suspenderá as mobilizações, não sendo, a greve prosseguirá.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta