Mensagem De Natal para os Agentes de Combate às Endemias do Estado do Maranhão

Bernardo Medeiros -Presidente do SINTRACEMA

Hoje é natal, que bom, nasceu o menino Jesus, veio de forma simples, sem riqueza e até mesmo sem moradia, das entranhas de Maria, deu o primeiro sopro de vida, quão privilégio, uma mulher simples foi a escolhida por Deus para por meio do Espírito Santo se tomar a mãe do Salvador, ela foi escolhida por ser  obediente ao plano da salvação e isso fez com que ela permanecesse em pé diante do projeto de Deus. A humildade como outra virtude é o que de mais belo Maria traz, porque ela sempre soube seu papel e quem ela era, ela também sabia que era totalmente dependente e que sua dependência de Deus, dentro do plano de salvação, fazia com que realmente tudo acontecesse na vontade Dele; Maria também foi fiel à sua verdade, pois tinha consciência que era humana e fraca, porque passou por sofrimentos e dores, mas não perdeu a fé, que foi o seu sustento diante das dificuldades.

         Hoje é natal, dia de se reunir com a família para meditar a palavra de Deus, esquecer os problemas enfrentados durante o ano que está chegando ao fim e pedir discernimento para continuar perseverando pelos sonhos que deseja realizar.

Hoje é natal, momento oportuno para se pedir perdão àqueles que por alguma razão magoamos, desprezamos e não tivemos a capacidade de ver no outro o quanto ele tem valor e precisa do seu aconchego, do seu abraço e até mesmo quem sabe, uma pequena palavra de conforto.

         Hoje é natal, tempo de falarmos apenas de amor, as conversas sobre as nossas lutas, enfrentamentos, encontros e desencontros ocorridos no dia a dia do sindicato serão substituídas por outros assuntos relacionados único e exclusivamente com o nascimento de Jesus Cristo, pois hoje em nosso meio é a noticia mais importante, ele é a esperança para aqueles que acham não ter mais solução para os seus problemas, ele é a certeza de que se formos fieis como Maria sua mãe, teremos como recompensa a salvação.

Neste Natal, por algum momento, pacifica a tua alma para receber as vibrações de amor que te falam de um tempo excepcionalmente afortunado à Humanidade.
Distante de formalidades e comemorações exteriores, medita no significado real desta data e começa a trabalhar na renovação da forma que te é própria de saudar o Natal.

Esquece, por momentos, acepipes e licores, vestes e presentes, sons e ornamentos, e interiorizando-te, deixa que uma luz maior te banhe o entendimento te levando para um lugar à parte, distante de todas frivolidades, para falar de alegrias que realmente importam ao teu progresso espiritual.

         Com essa singela reflexão desejo a todos os Agentes de Combate às Endemias um feliz natal e que o Menino Jesus possa continuar nascendo em seus lares, abra seus corações para que o filho de Deus possa morar.

Feliz Natal.

Deixe uma resposta