No Mês do trabalhador a Presidente do SINDACS/TACS Flor de Lis fala dos direitos já conquistados pela categoria na esfera Federal, Estadual e Municipal.

A Presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde de São LUÍS parabeniza  os trabalhadores pelo seu dia, que foi comemorado nesta terça-feira  (1º de maio).Sua homenagem está sendo publicada dia depois em razão de quebrar o paradoxo de se lembrar das lutas dos trabalhadores somente nessa data estipulada historicamente no calendário nacional e mundial, Flor de Lis chama a atenção de que pela história de luta dos trabalhadores, faz-se necessário que os mesmos sejam lembrados todos os dias durante esse mês de maio.

              Apesar da nossa insatisfação em relação à Reforma Trabalhista imposta por esse Governo que traiu os trabalhadores para atender os ditames dos amantes do capitalismo selvagem, nós, Agentes Comunitários de saúde de São Luis, nessa data e durante o mês de maio queremos fomentar a nossa categoria a refletir de forma positiva os resultados das nossas lutas em prol da melhoria da nossa qualidade de vida. Nada nos foi dado de forma espontânea, ao contrário, tudo que adquirimos até agora são frutos de grandes manifestações contra o Governo Federal, Municipal e Estadual. Na esfera Federal Conseguimos depois de muita luta derrubar o veto a projeto que reformula atribuições dos Agentes comunitários de saúde (veja detalhe, clique aqui  Como resultado da pressão das Federações ), no âmbito estadual, conseguimos em parceria com os Agentes de Combate a Endemias e a Federação maranhense dos Agentes Comunitários de Saúde-  FEMACS, colocar mais de cinco mil trabalhadores em frente ao Palácio do Governo do Estado para exigir o cumprimento da promessa de ceder uma contrapartida de 10% com base no  piso salarial  nacional (veja detalhes aqui  Agentes de saúde e de Combates às Endemias realizam protesto contra o Governo Estadual nesta quarta    .

         Sobre as articulações com o Governo Municipal através da Secretaria Municipal de Saúde estamos avançando na nossa Transposição do Regime Celetista para Estatutário  (veja detalhes, clique aqui    TRANSPOSIÇÃO DE REGIME      ) . Por essas informações temos sim, motivo para comemorarmos o dia do trabalhador. Fora isso, é justo relembra que o  caráter massificador do Dia do Trabalhador, no Brasil, se expressa especialmente pelo costume que os governos têm de anunciar neste dia o aumento anual do salário mínimo. Outro ponto muito importante atribuído ao dia do trabalhador foi a criação da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, em 01 de maio de 1943. Lei que infelizmente perdeu seu valor com a Reforma trabalhista

       Um pouco da historia que gerou o dia do trabalhador no Brasil

Com a chegada de imigrantes europeus no Brasil, as ideias de princípios e leis trabalhistas vieram junto. Em 1917 houve uma Greve geral. Com o fortalecimento da classe operaria, o dia 1º de Maio foi declarado feriado pelo presidente Artur Bernardes em 1925.

Até o início da Era Vargas (1930-1945) certos tipos de agremiação dos trabalhadores fabris eram bastante comuns, embora não constituísse um grupo político muito forte, dado a pouca industrialização do país. Esta movimentação operária tinha se caracterizado em um primeiro momento por possuir influências do anarquismo e mais tarde do comunismo, mas com a chegada de Getúlio Vargas ao poder, ela foi gradativamente dissolvida e os trabalhadores urbanos passaram a ser influenciados pelo que ficou conhecido como trabalhismo.

Até então, o Dia do Trabalhador era considerado por aqueles movimentos anteriores (anarquistas e comunistas) como um momento de protesto e crítica às estruturas socioeconômicas do país. A propaganda trabalhista de Vargas, sutilmente, transforma um dia destinado a celebrar o trabalhador no Dia do Trabalhador. Tal mudança, aparentemente superficial, alterou profundamente as atividades realizadas pelos trabalhadores a cada ano, neste dia.

Marcado por piquetes e passeatas, o Dia do Trabalhador passou a ser comemorado com festas populares, desfiles e celebrações similares. Na maioria dos países industrializados, o 1º de maio é o Dia do Trabalhador. Comemorada desde o final do século XIX, a data é uma homenagem aos oito líderes trabalhistas norte-americanos que morreram enforcados em Chicago (EUA), em 1886. Eles foram presos e julgados sumariamente por dirigirem manifestações que tiveram início justamente no dia 1º de maio daquele ano. No Brasil, a data é comemorada desde 1895 e virou feriado nacional em setembro de 1925 por um decreto do presidente Artur Bernardes.

Aponta-se que o caráter massificador do Dia do Trabalhador, no Brasil, se expressa especialmente pelo costume que os governos têm de anunciar neste dia o aumento anual do salário mínimo. Outro ponto muito importante atribuído ao dia do trabalhador foi a criação da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, em 01 de maio de 1943.

       Com esses fatos históricos aqui relatados e direitos adquiridos na atualidade desejamos a todos os Agentes Comunitários de Saúde de São Luis um feliz mês do trabalhador

Deixe uma resposta