Mensagem de Páscoa do SINTRACCZD aos trabalhadores.

Francisco Amorim,presidente do SINTRACCZD.

“Todos os dias temos motivo para celebramos a vida e lembrarmos sempre que esse dom foi dado por Deus, e se Deus nos deu não temos o direito de por fim à nossa existência e nem de tirar a vida do  outro”.Reflexão de Francisco Amorim,  Presidente do SINTRACCZD.

         Neste tempo de Páscoa, que representa nova vida, rememoramos os principais acontecimentos durante  caminhada do  nosso Senhor Jesus Cristo , trazemos à mente também as suas mensagens de amor para toda a humanidade.

        Falar de Páscoa é também refletir sobre as atitudes de Jesus Cristo diante da sociedade injusta, esses ensinamentos do mestre nos impulsionam como trabalhadores a refletirmos as causas de tanta perseguição em desfavor dos nossos direitos, essas lutas também foram vivenciadas no tempo de Cristo.  Por isso a pergunta:

O que Jesus encontrou e o que Ele fez?

A sociedade de Jesus estava cheia de injustiças, mas ele cumpriu sua missão e propôs um novo modo de ser e viver. Ele colocou em primeiro lugar os pobres, os pequenos, os excluídos, os doentes. Sua ação mostrou como deveria ser a vida dos homens e das mulheres no Reino de Deus, que anunciava.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas em pé, céu, atividades ao ar livre e natureza

Ele demonstrou amor e cuidado aos marginalizados do seu tempo: estes formavam o grupo das mulheres e crianças (Mc 10,13-16; 14,9; Lc 8,1-3); prostitutas (Mt 21,31; Lc 7,37); doentes (cegos, , surdos, gagos, aleijados, encurvados, a mulher febril, a mulher com fluxo constante, leprosos e epilépticos) e endemoninhados (cf. Mc 1,32-34). Jesus teve compaixão de seu povo: “Ao sair do barco, Jesus viu uma grande multidão e encheu-se de compaixão por eles, porque eram como ovelhas que não têm pastor. E começou então, a ensinar-lhes muitas coisas” (Mc 6,34).

        Celebrar a páscoa é refletir sobre as prioridades de Jesus Cristo, entre essas a defesa do operário, do homem que luta no dia a dia para trazer o sustento à sua família,  Jesus trouxe com sua morte a esperança de que não podemos desistir daquilo que é nosso por  direito, para tanto, precisamos unir forças  e galgarmos juntos pelo mesmo ideal, e se formos fieis a Cristo, ele também será fiel conosco, essa fidelidade é a garantia de que teremos sucesso em nossas lutas.

        A nós trabalhadores, a páscoa representa sinal de luz, esperança, esperamos que o Cristo ressuscitado continue ao nosso lado, nos animando e nos ensinando as estratégias que devemos utilizar para denunciar todo e qualquer tipo de injustiça que venha prejudicar a classe operária.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Que esta Páscoa nos renove na caminhada por um mundo de paz e fraternidade.

Feliz Páscoa para todos

Deixe uma resposta