Adeus 2017!Que em 2018 haja mais esperança a todos os trabalhadores que compõem a família SINTRACEMA

 Os anos de 2016 e 2017 historicamente foram considerados os mais difíceis para todos os trabalhadores, foram 24 meses de muitas lutas e enfrentamentos, várias ações foram realizadas pelo nosso Sindicato,todas com um único propósito: Garantir os direitos constituídos por lei e exigir do Governo Municipal  a execução daquilo que nos pertence.

         Com o sentimento de revolta, afirmamos que o ano de 2017 termina com um saldo de muito retrocesso para os direitos da classe trabalhadora: reforma trabalhista, lei da terceirização, arrocho sobre Saúde e Educação, privatização do patrimônio nacional e ainda, para fechar o ano, o governo pode encaminhar a votação da reforma da Previdência. Somado a isso, temos o aumento da concentração de renda, do trabalho escravo e infantil. O resultado do golpe não poderia ser mais desastroso para nós.

         Por conta das acentuadas perseguições , a maioria da população brasileira deve encerrar o ano de 2017 como aquela sensação de que “já vai tarde”, com ele toda a carga de notícias negativa involuntariamente suportada por todos nós que construímos a história desse pais, história de resistência contra todos os ataques em desfavor da classe trabalhadora. De fato 2017 trará como nova bibliografia as incansáveis movimentações para barrar a aprovação das Reformas impostas pelo Governo Temer, Reformas que vergonhosamente tiveram o apoio de alguns Deputados Federais do Maranhão,   esses , infelizmente trocaram suas dignidades por emendas parlamentares, com o propósito de garantir caixa para a próxima campanha que se aproxima

        As baixas ocorridas em 2016 e 2017 servirão de sustentáculos para os novos enfrentamentos em 2018, ano de mudança nos rumos da nossa política, com as eleições para presidente, deputados e senadores. Vamos ter de nos colocar de forma atenta e comparar discursos e práticas, priorizar candidatos que se colocaram contra a retirada de direitos, que votaram contra a reforma trabalhista, a lei da terceirização, a reforma da Previdência. O espaço da política precisa ser ocupado por pessoas que mereçam nossa confiança e que tenham compromisso com políticas que promovam a igualdade e a reversão do quadro de retirada de direitos instalado em 2017.

Não será fácil identificarmos os candidatos que merecerão o nosso voto. No entanto, devemos estar em alerta e procurar o máximo de informações sobre pessoas do nosso conhecimento para termos certeza de quem é realmente ficha limpa a fim de assegurar a necessária renovação das casas legislativas: Assembleias Estaduais, Câmara Federal e Senado.

         Esqueçamos o passado negro de dor e tristeza. É hora de recebermos o Ano Novo com alegria e esperança no coração, vamos deixar o ruim para traz e abraçar o futuro com otimismo.

Feliz Ano Novo a todos que fazem a História do SINTRACEMA.

Bernardo Medeiros-Presidente do SINTRACEMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *