Coma fora anunciado anteriormente  pela presidente do SINDACS/TCS de São Luis Flor de Liz, mais de 500 Agentes Comunitários de Saúde participaram nessa terça-feira (06), no auditório do Convento das Mercês da aula inaugural do curso de Educação Popular em Saúde, organizado pelo Governo do Estado, Fiocruz e Prefeitura

         Surpreso com a grande quantidade de Agentes comunitário que lotaram o auditório do Convento das Mercês, o secretário Lula Fylho elogiou o poder de articulação da direção do  SINDACS/TCS e em reconhecimento  pediu aplausos para a presidente Flor de Liz, que mais uma vez mostrou que tem liderança e sabe bem administrar esse Sindicato.

                O curso está sendo oferecido pelo Governo do Estado, Fiocruz e Prefeitura, ambos pretendem capacitar mil profissionais de saúde e lideranças comunitárias na área de educação popular em saúde

         Segundo os organizadores do projeto, Mil profissionais de saúde e lideranças comunitárias de oito municípios maranhenses participarão do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde – Edpop-SUS II. A capacitação, promovida pelo Governo do Estado, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Prefeitura de São Luís, busca favorecer a atuação dos trabalhadores nos processos de fortalecimento de direitos à saúde da população e da participação social.

Durante a solenidade e na presença dos 525  educandos da capital , foi assinado o termo de parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de São Luís.

“Já havíamos capacitado outros municípios no ano passado. É uma responsabilidade da gestão capacitar toda a população para que ela se empodere de todos os conhecimentos sobre o SUS. É uma forma de tornar a gestão transparente e de trazer a população para dentro do sistema, mostrar que estamos trabalhando pelo bem das pessoas e pela qualificação e valorização dos servidores”, disse o secretário adjunto da Política da Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa.

Presente à solenidade para assinatura do convênio, o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, destacou a importância da parceria para população de São Luís. “Outro aspecto, é o empoderamento que o curso traz. Quanto mais as pessoas se apropriarem do que é o SUS, mais capazes de cobrar eficazmente seus direitos elas estarão aptas. A gestão pública tem que servir à população”, ressaltou.

“Esse é um momento em que trasbordo de alegria ao ver esse auditório lotado de Agentes Comunitários de saúde, isso demonstra o quanto nosso sindicato é unido, tem força, articulação e interesse em continuar investindo em capacitação e formação de todos os sócios”Flor de Liz

Além de São Luís, o curso acontecerá em Icatu, Serrano do Maranhão, Itapecuru-Mirim, Alcântara, Jenipapo dos Vieiras, Raposa e São José de Ribamar. Voltado para agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de vigilância em saúde (AVS), lideranças comunitárias e de movimentos sociais, o curso ocorrerá em 10 encontros presenciais até maio.

“O Maranhão foi o único no país que trabalhou por meio de convênio, que fortalece o processo de educação permanente e popular no nosso estado. Os agentes e lideranças vão passar por um processo de formação participativo”, disse a chefe do Departamento de Educação em Saúde da SES, Claudiana

Para mais informações        Assista os vídeos das entrevistas, faça seus comentários e divulguem

 

Janete Nakatanio

Marileide-Presidente da Federação Maranhense De Agentes Comunitários de Saúde-FEMACS

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui