Estado de saúde do bebê jogado da ponte em São Luís é estável

O estado de saúde do bebê Thayller Lieger Mendes Barros, de sete meses, que foi jogado pela própria mãe da ponte do São Francisco é considerado estável pela equipe pediátrica do Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) em São Luís.

De acordo com o diretor administrativo do Socorrão I, Rafael Coringa, o bebê sofreu apenas uma escoriação nas costas que foi ocasionada por causa da queda. Após o incidente, a criança realizou uma série de exames que não apontaram nenhuma fratura grave e seu estado de saúde é considerado estável pelos médicos.

Em seguida, o bebê foi transferido para o anexo da ala de pediatria do Socorrão I, localizado no Hospital Benedito Leite, anexo da unidade hospitalar onde se encontra em observação. A criança deve permanecer na unidade para a realização de novos exames para que seja verificado seu quadro de saúde.

Segundo o diretor, a criança deve permanecer no hospital até que seja divulgado um parecer das autoridades que devem definir com quem o bebê irá ficar para que em seguida, ele possa ter alta.

“O serviço social do hospital está acompanhando o caso e a gente só poderá dar alta do paciente provavelmente quando tiver uma liberação da Justiça que dirá com quem a criança irá ficar, mas enquanto isso, ela está sob os nossos cuidados do corpo de enfermagem que devido a esse fato inusitado, está cuidando com muito carinho da criança e com todos os cuidados necessários”, explicou Rafael Coringa.

O padrasto e a mãe da jovem garantiram que a filha já esteve na Clínica São Francisco, na Cidade Operária por três vezes e que em uma delas acabou sendo estuprada por outro interno. Eles estão processando a clínica por omissão e até agora nenhum resultado.

Entenda o caso

O bebê Thayller Lieger Mendes Barros, de sete meses, foi jogado pela própria mãe da ponte do bairro São Francisco, na tarde desse domingo (18), em São Luís. De acordo com a Polícia Militar, a criança foi resgatada por dois policiais que estavam transitando pelo local. A criança caiu de uma altura de 36 metros em uma área com muita lama.

A mãe da criança identificada como Karla Regina Mendes, de 23 anos, foi presa em flagrante e conduzida para o Plantão Central das Cajazeiras, no centro da capital. Em depoimento, a mãe do bebê afirmou que sofre de problemas mentais, informação que foi confirmada pela família de Karla durante depoimentos.

O militares, em ato de bravura, se jogaram na lama, retiraram a criança e a entregaram a um grupo de socorristas do Samu e encaminhada ao Socorrão I, no Centro da cidade. Aí veio outro MILAGRE! Após exames, ficou constatado que a criança não apresentou nenhuma fratura. Apenas manchas roxas nas costas.Por suas bravuras esses dois heróis foi condecorados pela corporação  militasr

                             Policiais salvaram o bebê. Foto: Blog do Gilberto Lima

Bebê foi resgatado por policiais militares que passavam pelo local.  (Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *