Subiu para 44 o número de pessoas que possivelmente estavam no  prédio que desabou após um incêndio na madrugada  desta terça-feira (1), no Largo do Paissandu (centro de São Paulo).

Esse número chegou a ser de 45 pessoas, caiu para 34 depois que 11 se apresentaram, mas houve a informação, no início da noite, de outras oito pessoas que podem estar nos escombros.

De acordo com o capitão Marcos Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros, a corporação trabalha com esse número que foi passado pelos moradores a assistentes sociais da Prefeitura de São Paulo.

Além das 44 pessoas ainda não localizadas, os bombeiros apontam que uma está desaparecida nos escombros — o homem que estava sendo resgatado no momento do desmoronamento.

Segundo Palumbo, as buscas nos escombros serão ininterruptas até que todas as vítimas sejam localizadas (seja se apresentando aos assistentes sociais ou encontradas nos escombros), ou quando todos destroços forem retirados.

Os assistentes sociais que estão atendendo os moradores do local já cadastraram 146 famílias, totalizando 372 pessoas, que disseram ter sido afetadas pelo desmoronamento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui