Professora Eva Barros Gestora da URE-Regional São Luis

Duas datas importantes que não se pode cometer o erro de não referendarmos, trata-se do Dia Nacional de Educação de Surdos comemorado em 23/04 e Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais (Libras) celebrado nessa data do dia 24 de abril.

Professora Eva Barros, referência de Educação no Maranhão, em seu diálogo sobre essas duas homenagens envolvendo tão somente os surdos e os profissionais da Língua Brasileira de Sinais chama a sociedade em geral, de modo particular os Profissionais da Educação para um amplo debate   sobre a inclusão das pessoas surdas, e que haja de fato compromisso para com essa categoria, no sentido de ombrear com os mesmos e fazer valer seus direitos que duramente foram conquistados, esses infelizmente ainda  andam em passos curtos, pouco percebido pela maioria das pessoas e até mesmo das instâncias governamentais.

Cabe destacar que, a data comemorativa se deve às lutas e conquistas encabeçadas pelos surdos ao longo dos anos , lembrando que o reconhecimento nacional da LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), veio somente  com a  aprovação   da lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002 e do Decreto nº 5.626/2005, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras e dá outras providências.

  Professora Eva Barros
Gestora da URE-Regional São Luís

“Apesar de tantos preconceitos, omissão do Poder Púbico e privado, muitas conquistas já foram alcançadas, como a oficialização da Libras como segunda língua nacional, a obrigatoriedade do ensino de Libras na formação de professores, a obrigação do ensino bilíngue para crianças com deficiência auditiva e a obrigatoriedade da presença de um intérprete de Libras nos órgãos públicos” Enfatizou a Professora Eva. Disse Ainda que há muito a se fazer para garantir a total inclusão das pessoas surdas no Brasil, e a data serve para nos lembrar disso e promover o diálogo sobre o assunto.

                    Professoras interpretes de Libras

 

        Professora Eva é Gestora da URE-Regional São Luís e conhecida na luta em prol da qualidade na educação

 

As meninas surdas de Carema

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui