WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) – Um homem de 18 anos parou seu carro, desceu armado, entrou em uma escola de ensino fundamental e matou a tiros ao menos 14 crianças e um professor. O ataque ocorreu em Uvalde, cidade no sul do Texas onde três de cada quatro moradores são de origem latina. É o pior massacre em uma instituição de ensino infantil nos EUA em quase dez anos.

O atirador foi identificado como Salvador Ramos, 18. Por volta das 11h30 (13h30 em Brasília), ele entrou na escola com uma pistola e matou os alunos e o professor —há a suspeita de que ele portasse também um rifle. Em seguida, foi morto pela polícia, segundo o governador do Texas, o republicano Greg Abbott.

Ainda há ao menos dois feridos, sendo uma mulher de 66 anos e uma menina de 10, em estado crítico, de acordo com informações de um hospital próximo à instituição.

Não são conhecidas ainda as possíveis motivações para o ataque. A polícia disse acreditar, por ora, que Ramos agiu sozinho, e o governador complementou, em entrevista coletiva, que ele era morador de Uvalde. O condado tem 24 mil habitantes e fica a cerca de 100 quilômetros da fronteira com o México.

Tampouco foram fornecidas informações sobre a identidade das vítimas. Segundo a rede ABC News, a prefeitura tentava contato com as famílias antes de passar os dados à imprensa.

A escola atacada, chamada Robb, tem pouco menos de 600 alunos matriculados. Os pais dos alunos foram orientados a não se aproximar do local para tentar buscar seus filhos, mas para se reunirem em um centro comunitário para obter informações.

Continua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui