Será que os radicais defensores das práticas homossexuais irão dizer que Deus é homofóbico? Será que todos sabem porque a cidade de Sodoma e Gomorra foi destruída por Deus?. Não cabe a ´nós, obviamente julgar os feitos dos outros, todos pecamos e seremos julgados por Deus , isso é fato, mas precisamos nos atentar mais à palavra do Senhor para que posamos fugir do pecado e buscarmos a perfeição .
“Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele” (Pv 22:6). Portanto, tenhamos como o modelo ideal, para os nossos filhos, netos e demais descendentes, o que preceitua a Bíblia Sagrada, a inspirada, inerrante, completa e eterna Palavra de Deus.

 

Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus.
1 Coríntios 6:9-11

O relato bíblico de Sodoma e Gomorra está registrado em Gênesis capítulos 18-19. Gênesis capítulo 18 registra o Senhor e dois anjos vindo falar com Abraão. O Senhor informou a Abraão que “o clamor de Sodoma e Gomorra tem-se multiplicado, e o seu pecado se tem agravado muito” (Gênesis 18:20). Os versículos 22-33 registram Abraão implorando ao Senhor que tivesse misericórdia de Sodoma e Gomorra porque o seu sobrinho, Ló, e sua família viviam em Sodoma.

Gênesis capítulo 19 registra os dois anjos, disfarçados de homens humanos, visitando Sodoma e Gomorra. Ló encontrou os anjos na praça da cidade e pediu-lhes que ficassem em sua casa. Os anjos concordaram. A Bíblia então nos informa: “Mas, antes que se deitassem, os homens daquela cidade cercaram a casa, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim, todo o povo de todos os lados; e chamaram por Ló e lhe disseram: Onde estão os homens que, à noitinha, entraram em tua casa? Traze-os fora a nós para que abusemos deles” (Gênesis 19:4–5). Os anjos então cegam todos os homens de Sodoma e Gomorra e insistem que Ló e sua família fujam das cidades para escapar da ira que Deus estava para derramar. Ló e sua família fugiram da cidade, e então “fez o SENHOR chover enxofre e fogo, da parte do SENHOR, sobre Sodoma e Gomorra. E subverteu aquelas cidades, e toda a campina, e todos os moradores das cidades, e o que nascia na terra” (Gênesis 19:24-25).

À luz dessa passagem, a resposta mais comum à pergunta “Qual foi o pecado de Sodoma e Gomorra?” é que foi a homossexualidade. Foi assim que o termo “sodomia” passou a ser usado para se referir ao sexo anal entre dois homens, seja consensual ou forçado. Claramente, a homossexualidade fazia parte do motivo pelo qual Deus destruiu as duas cidades. Os homens de Sodoma e Gomorra queriam realizar estupro homossexual coletivo nos dois anjos (que estavam disfarçados de homens). Ao mesmo tempo, não é bíblico dizer que a homossexualidade foi a razão exclusiva pela qual Deus destruiu Sodoma e Gomorra. As cidades de Sodoma e Gomorra definitivamente não eram exclusivas em termos dos pecados em que participavam.

Ezequiel 16:49-50 declara: “Eis que esta foi a iniquidade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e próspera tranquilidade teve ela e suas filhas; mas nunca amparou o pobre e o necessitado. Foram arrogantes e fizeram abominações diante de mim…” A palavra hebraica traduzida “abominações” refere-se a algo que é moralmente repugnante e é exatamente a mesma palavra usada em Levítico 18:22 em referência à homossexualidade como uma “abominação”. Semelhantemente, Judas 7 declara: “… como Sodoma, e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregado à prostituição como aqueles, seguindo após outra carne…” Então, novamente, enquanto a homossexualidade não era o único pecado ao qual as cidades de Sodoma e Gomorra se entregaram, esta parece ser a principal razão para a sua destruição.

Aqueles que tentam se livrar das condenações bíblicas da homossexualidade afirmam que o pecado de Sodoma e Gomorra era a inospitalidade. Os homens de Sodoma e Gomorra estavam sendo certamente inospitaleiros. Provavelmente não há nada mais inóspito do que o estupro coletivo homossexual. No entanto, dizer que Deus destruiu completamente duas cidades e todos os seus habitantes por serem inospitaleiros claramente erra o alvo. Embora Sodoma e Gomorra tenham sido culpadas de muitos outros horrendos pecados, a homossexualidade era a razão pela qual Deus derramara enxofre nas cidades, destruindo-as completamente e todos os seus habitantes. Até hoje, a área onde Sodoma e Gomorra eram localizadas continua sendo um terreno baldio desolado. Sodoma e Gomorra servem como um poderoso exemplo de como Deus se sente em relação ao pecado em geral e especificamente à homossexualidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui