Os professores Yiorlam, Tainara, Danyelle ,Katarina, Luziângela , Layane ,Elias , Turuwe  e Correia  sob a coordenação do Cacique Iracadju Ka’apor  concluíram nessa sexta-feira (23), mais um ciclo de estudos da pedagogia da alternância com os estudantes Ka’apor  das séries iniciais, finais e ensino médio da Unidade Integrada de Educação Escolar Indígena Turizinho. Foram vinte dias de intenso trabalho exaustivo tanto para os docentes como para os discentes, mas com resultado positivo no que tange ao processo de ensino e aprendizagem, todos cumpriram rigorosamente o que fora planejado junto com o Gestor Turuwe , o Coordenador Iracadju e mais o apoio da professora Rosilene Tembe , ambos responsáveis pela escola  Akadjuho’e Ka’apor.

Para uma melhor adaptação às novas normas determinadas pelo Gestor da URE professor Edcarlos, contou-se com a competência e habilidade das professoras Katarina, Danielle  e Taynara, elas  conseguiram com muita  rapidez montar um excelente horário compatível a todos, um modelo nunca feito antes, o tempo foi distribuído de forma igual para  as  três turmas, ficando o mesmo da seguinte maneira : MATUTINO (7:30h ás 8:50h)-(8:50h ás 10:10h)-(10:25h ás 1145h)    VESPERTINO (13:30h ás 14:50h)-(14:50h  ás  16:10h)-(16:25 ás   17:45h).Cumpriu-se com folga as horas estipuladas na carga horária,uma hora e vinte minutos em sala de aula, sem contar  com as programações na ramada e   atividades realizadas aos sábados.

Com o objetivo de aumentar  a autoestima dos estudantes, foram utilizadas várias estratégias em sala de aula, tudo para motivá-los a permanecerem focados nos estudos. Essas dinâmicas ajudaram  no diagnóstico de alguns alunos, esses sob análise dos  professores foram autorizados pelo gestor Turuwe a mudarem de turma, saíram das séries iniciais (alfabetização) para as séries finais (Ensino fundamental II),  realmente mostraram que já estavam alfabetizados, há outros que estão sendo analisados e possivelmente até o final da próxima alternância passarão por um novo diagnóstico, tendo resultado positivo , conforme critério de avaliação, serão também transferidos para outra  turma. Marcaram presença nessa alternância os alunos das seguintes aldeias: Xié, Parakuí, Zé Gururpí, Wera, Capitão Mirá, Piquizeiro e Tucumã,  além dos da etnia També e Awaguaja .

O tempo na Instituição Jamu’e Ha Henda Katute, possibilitou a todos os profissionais de educação excelentes  experiências e motivação para criar novos recursos de aprendizagem, tudo foi muito diferente, dessa vez até o cacique como novo coordenador se envolveu direto com a organização, cumpriu-se com o que fora planejado para a finalização dos trabalhos.

Por determinação do Coordenador Cacique Iracadju, Conclui-se a alternância na sexta-feira (22), com uma vasta programação realizada na ramada, e dentro do tempo Ka’por houve apresentação de brincadeiras organizadas pelos professores, danças, cantorias, distribuição de bolo, pipoca e refrigerante , a ramada estava radiante, todos se envolveram  nas dinâmicas, dançaram pularam, sorriram e de saldo os professores de forma unânime receberam elogios por parte dos alunos e lideranças, agradeceram sobretudo, além dos estudos, a organização do esporte, professor Yorlam e Layane deram uma grande contribuição para as práticas esportivas, homens e mulheres se envolveram, aprenderam bem as táticas dos jogos e fizeram bonito no campo e na quadra improvisada de vôlei, foi com essa alegria que o Cacique Iracadju acompanhado de sua esposa Rosilene e do Gestor Turuwe encerram a alternância, agradecendo  a todos pelo excelente trabalho desenvolvido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui