A 29ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, abriu inquérito civil para apurar supostos pagamentos irregulares feito pelo Governo à construtora Edeconsil durante périodo eleitoral.

A solicitação foi formulada pelo promotor João Leonardo Sousa Pires Leal, através da notícia de fato nª 22/2017, e convertida em inquérito civil no dia 25 de setembro.

De acordo a portaria, a investigação busca apurar suposta prática de crime de desobediência e ato de improbidade administrativa decorrente de descumprimento de decisão judicial.

O MP busca ainda, coletar informações, depoimentos, certidões, promover perícias, e demais diligência, a fim de instaurar ação civil pública, ou se for o caso, promover o arquivamento dos autos.

com informações do blog maldinevieira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui