Veio à tona na noite desta terça-feira (06), um Boletim de ocorrência (BO), de número 688/2018, registrado  no dia 08 de fevereiro, pela do Deputado Roberto Campos Filho, conhecido como Cabo Campos ,contra a mãe Maria José .De acordo com o documento, Laila Campos teria sido agredida  fisicamente com uma cruzeta  e por conta de sua orientação sexual,

As agressões, segundo  a ocorrência,  tiveram inicio no dia 6  do mês passado ,por volta das 23h,. “Ambas discutiram, pois a autora não aceita a orientação sexual da vitima, que, em meio à discussão a autora a agrediu  com uma cruzeta , com tapas pelo corpo ,com empurrões   e puxão de cabelo , enquanto há  ofendida  verbalmente “.Diz o documento.Consta no BO ainda , que Maria José  teria ameaçado novas agressões ,caso visse a filha acompanhada  de uma namorada.

         Embora nada justifique o ato de violência, quero como pai me colocar no lugar dessa família, não para julgá-la, mas para  dizer aos milhares que acompanham esse  caso   que não é fácil  olhar um filho ou uma filha  agredindo a lei divina,.Deus criou o sexo para ser feito apenas entre um homem e uma mulher, e apenas se forem casados. (Gênesis 1:27, 28; Levítico 18:22;Provérbios 5:18, 19) A Bíblia condena a fornicação, quer entre pessoas do mesmo sexo quer entre pessoas de sexos diferentes. (1 Coríntios 6:18) Isso inclui ter relações sexuais, acariciar os órgãos genitais de outra pessoa e praticar sexo oral ou anal.

Embora a Bíblia desaprove as práticas homossexuais, ela não apoia a homofobia ou o ódio aos homossexuais. Em vez disso, os cristãos são aconselhados a ‘respeitar todas as pessoas’. — 1 Pedro 2:17.

É certo que houve um descontrole emocional de ambas as partes,mas vamos deixar  que Deus cuide dessa família, não é função nossa condená-los ou julgá-los…

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui