Chegou o Natal, momento em que todos os cristãos reverenciam o nascimento de Jesus, aquele que nasceu das entranhas de uma humilde mulher chamada Maria, esposa de um simples “carpinteiro” de nome  José, um operário que também viveu suas lutas em uma sociedade opressora, realidade não tão diferente do momento atual em que imoralmente todos os direitos conquistados pelos trabalhadores são negados pelo sistema político  do  Governo atual, esses, os explorados pela força do capitalismo, são amados pelo Rei dos Reis,  o Cristo libertador, nele depositamos a nossa total esperança e a  certeza de que teremos vitória dessa árdua batalha em defesa da valorização humana.

O tempo de Natal é uma inspiração para ser presença verdadeira na vida das pessoas. Mesmo que não seja possível se reunir com todos e todas que você ama, leve palavras de amor, carinho e luz através de mensagens e gestos concretos de solidariedade, Jesus, mesmo sendo messias esperado pela humanidade, não nasceu em um lugar luxuoso, para o seu nascimento restou apenas uma   estrebaria, mas apesar da condição de pobreza, trouxe um legado de amor para a humanidade.

Apesar de termos enfrentado um ano tão desafiador, repleto de incertezas´, inseguranças e com taxa altíssima de desemprego, celebrar o Natal é reconstruir a esperança em dias melhores, é acreditar que o nosso Salvador nos trará novas oportunidades de trabalho para que assim possamos manter o sustento das nossas famílias.

Tenhamos todos um feliz Natal e um Ano Novo no qual a mensagem transformadora do aniversariante seja fonte de entusiasmo para nossa luta.

Francisco Amorim, Presidente do SINTRACCSTR- Sindicato dos trabalhadores na indústria da construção civil, construção pesada do mobiliário e artefatos do cimento de Zé Doca, Santa Inês e região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui